Posts Tagged ‘durval

10
ago
08

Pós-Jogo: Coritiba demonstra superioridade e bate o Sport por 3×0

homem do jogo.

Keirrison: homem do jogo.

Escrevi há algum tempo aqui mesmo, após o jogo contra o Atlético Mineiro: “E a cada rodada a fala dos analistas esportivos acaba mais clara pra mim: o Sport é um time sem metas, sentado por sobre um título e a falsa segurança de continuar por mais um ano na elite nacional. Se quiserem brigar pelo título, por favor, comecem a demonstrar isso. Já dá pra contar em mais de uma mão as vitórias perdidas por falhas terríveis e falta de atitude em campo.” Nada mudou.

Conquistar a vitória no Couto Pereira era missão complicada. Embalado com dois resultados positivos fora de casa e a presença brilhante de Keirrison, o Coxa viria com tudo para dar mais um presente a sua torcida. E assim foi feito. 3 x 0 no apagado Sport.

Sofremos novamente um apagão, como os vividos durante a Copa do Brasil. O primeiro gol – na falta de “diálogo” entre nossos maiores defensores – não deu o tapa necessário para acordar o time. Apenas depois do segundo vi o time reagir, avançar a marcação para o meio campo… E só.

Tão sucinto quanto o futebol do Leão, será meu comentário. Não vou apontar culpados. Todos são.

Deixo apenas um conselho. Torcida: se a meta for o título, chegou a hora de cobrar.

GOLS:

O sufoco imposto pelo Coritiba nos primeiros minutos surtiu efeito, porém, obteve seu sucesso graças ao acidente na nossa área. Aos 15 minutos Keirrison toca para Marlos dentro da área, com a fácil sobra Durval tenta proteger e toca com o braço na bola, desviando-a de Magrão. Marlos aproveitou a confusão e concluiu para o gol vazio.

29 minutos do primeiro tempo. Na cobrança de escanteio, numa marcação até agora bastante duvidosa a meu ver, Durval teria empurrado Maurício dentro da área – pênalti. Keirrison cobra e Magrão espalma, para o rebote do jovem atacante, prontamente efetivo. 2 x 0.

Aos 9 minutos da segunda etapa Marlos furou a defesa rubro negra, enfiando boa bola para Keirrison, que se aproveitou da tentativa de linha de impedimento mal feita por Durval, entrou livre na área e deu um toque de classe na saída de Magrão para fazer 3 a 0. Vamos ver até quando o jogador continuará no futebol nacional.

CLASSIFICAÇÃO:

Com a derrota de hoje o Sport segue na 9ª posição, com 27 pontos. No próximo domingo (17) temos um encontro com o Botafogo, na Ilha do Retiro. Temos a obrigação de lotar nossos domínios e empurrar o time.

– FICHA TÉCNICA: CORITIBA-PR 3 x 0 SPORT-PE

Local: Estádio Major Antônio Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data: 10 de agosto de 2008, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Willian Marcelo Souza Nery (RJ)
Assistentes: Hilton Moutinho Rodrigues (Fifa/RJ) e Jair Albano Felix (MG)
Cartões amarelos: Keirrison, João Henrique (Coritiba); Gabriel, Moacir (Sport)
Gols: CORITIBA: Marlos, aos 16 minutos do primeiro tempo; e Keirrison, aos 28 minutos do primeiro tempo e aos 9 do segundo.

CORITIBA: Vanderlei; Maurício, Nenê e Rodrigo Mancha; Rodrigo Heffner, Alê, Carlinhos Paraíba, João Henrique (Henrique Dias) e Rubens Cardoso; Marlos (Ricardinho) e Keirrison (Hugo).
Técnico: Dorival Junior.

SPORT: Magrão, Luisinho Netto, Gabriel, Durval e Dutra; Daniel Paulista, Moacir (Junior Maranhão), Francisco Alex (Juninho) e Luciano Henrique; Carlinhos Bala e Roger (Joelson.
Técnico: Nelsinho Baptista.

– MAIS DETALHES SOBRE O JOGO?

Anúncios
04
ago
08

Pós-Jogo: De novo? Acaba a seqüência de resultados positivos e Sport levanta “defunto” – Atlético Mineiro 2 x 1 Sport

o começo da virada.

Marques: o começo da virada.

Todos sabiam: não seria fácil. A queda do treinador Gallo após a goleada de 6 x 1 sofrida diante do Vasco e a recepção nada festiva por parte da torcida, com pipoca e tudo na quinta-feira, surtiu algum efeito. No ano do seu centenário, apesar do elenco indigno (até agora) de entrar para a história de carona neste marco, o Atlético Mineiro ainda não se rendeu e não se renderá. Mesmo tomando goleadas vergonhosas fora dos seus domínios, no Mineirão ainda era rei e o Sport precisava usar esse jogo de emoções a seu favor. O contragolpe do Galo logo após o milagre de Roger demoliu nossas pretensões. E a cada rodada a fala dos analistas esportivos acaba mais clara pra mim: o Sport é um time sem metas, sentado por sobre um título e a falsa segurança de continuar por mais um ano na elite nacional. Se quiserem brigar pelo título, por favor, comecem a demonstrar isso. Já dá pra contar em mais de uma mão as vitórias perdidas por falhas terríveis e falta de atitude em campo.

Enganou-se o torcedor rubro-negro, crente numa seqüência fácil de bons resultados diante dos “fracos times” da competição. Cuidado com a fraca Portuguesa.

Os gols:

Mais uma vez contra-atacando o Sport encontrava muita facilidade. Luciano Henrique recolhia os lançamentos longos e distribuía bem. Num desses lances, caindo pela esquerda, deixou a bola pronta para Roger que apenas cutucou. Foi quase um trabalho de parto aos 14 minutos da primeira etapa. 0 x 1.

Porém a luz mesmo estava do outro lado. Menos de 1 minuto depois Marques recebe a bola na entrada da área e bate forte. Magrão, meio sem jeito, aceita o gol. É o início da virada. Depois disso o jogo foi ficando morno, feio, até que…

Aos 32 minutos do segundo tempo, o sérvio Petkovic cobra o escanteio, a defesa do Sport não sobe e Gedeon só tem o trabalho de desviar no primeiro pau. É a virada atleticana, quando mais ninguém esperava.

Classificação:

O time da Praça da Bandeira cai 3 posições, assumindo agora o 10º lugar, com injustos 24 pontos. Quarta-feira temos a obrigação de ocupar a Ilha do Retiro e mais uma vez botar fogo na equipe. O encontro dessa vez será contra a Portuguesa, às 20:30.

– FICHA TÉCNICA: ATLÉTICO MINEIRO-MG 2 X 1 SPORT-PE

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 3 de agosto de 2008
Horário: 18h10 (em Brasília)
Árbitro: Djalma José Beltrami (Fifa-RJ)
Assistentes: Wagner de Almeida Santos (RJ) e Marrubson Melo Freitas (DF)
Cartão amarelo: Calisto (Atlético-MG)
Gols: ATLÉTICO-MG: Roger, aos 14, e Marques, aos 15 minutos do primeiro tempo.
SPORT: Gedeon, aos 32 minutos do segundo tempo.

ATLÉTICO-MG: Édson; Mariano, Nen, Leandro Almeida e Calisto; Rafael Miranda, Serginho, Márcio Araújo (Gedeon) e Petkovic; Marques (Raphael Aguiar) e Jael (Lenílson)
Técnico: Marcelo Oliveira

SPORT: Magrão; Luisinho Netto; Gabriel, Durval e Dutra; Moacir (Sandro Goiano), Daniel Paulista, Júnior Maranhão e Carlinhos Bala (Enílton); Luciano Henrique (Ciro) e Roger
Técnico: Nelsinho Baptista

– MAIS DETALHES SOBRE O JOGO?

27
jul
08

Pós-Jogo: Durval dá ao Sport sua primeira vitória fora de Recife, no reecontro da equipe com Romerito – Goiás 1 x 2 Sport.

Júnior Maranhão coroa sua boa exibição com um gol.

Júnior Maranhão coroa sua boa exibição com um gol.

Jogando no contra-ataque o Sport aproveita as escassas oportunidades e conquista sua primeira vitória fora de Recife, acabando com a seqüência invicta do Goiás. As ausências de Fumagalli, Daniel Paulista e Sandro Goiano fizeram muita falta ao time, durante um jogo carente de armação e objetividade, com a criação a cargo de Luciano Henrique e Carlinhos Bala, jogadores apagados na tarde de hoje. O grande destaque da partida talvez seja mesmo a boa estréia de Moacir, jogador bastante seguro e mostrando serviço num jogo complicado.

Os Gols:

Aos 32 da etapa inicial, Luciano Henrique, em jogada individual, foi derrubado perto da grande área. Júnior Maranhão cobrou, de direita, forte e rasteiro, no canto direito de Harlei: 1 x 0.

O Goiás reage e logo após, numa jogada iniciada por Schwenck que dominou a bola perto da meia-lua e tocou para trás. Vítor, um dos destaques da partida, vinha de trás e mandou uma bomba, à esquerda de Magrão, aos 36 minutos.

Quando num momento crítico do jogo todos apenas esperam a vitória do time esmeraldino, o zagueiro artilheiro dá a vitória ao Leão. Segundo tempo, 29 minutos – utilizando a jogada ensaiada de bola parada, já manjada desde o Campeonato Pernambucano, Luisinho Netto cobrou falta para Durval tocar de cabeça para as redes e marcar o quarto gol no campeonato.

Classificação:

Com o resultado, o Leão foi para 21 pontos ganhos na tabela e ocupa a nona posição. Quinta-feira a nação entra novamente em campo, dessa vez nos seus domínios, diante do Ipatinga, às 20:30.

– FICHA TÉCNICA: GOIÁS-GO 1 x 2 SPORT-PE

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 27 de julho de 2008, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (RJ)
Assistentes: Alexandre Antônio Pruinelli Kleiniche e José Javel Silveira (ambos do RS).
Cartões amarelos: Schwenck e Rafael Marques (Goiás); Roger, Durval, Carlinhos Bala, Dutra e Igor (Sport)
Gols: GOIÁS: Vítor, aos 37 minutos do primeiro tempo. SPORT: Júnior Maranhão, aos 33 minutos do primeiro tempo, e Durval, aos 29 minutos do segundo tempo.

GOIÁS: Harley; Ernando, Henrique e Rafael Marques; Vitor, Fábio Bahia, Pituca (Adriano Gabiru), Paulo Baier e Romerito; Iarley e Alex Terra (Schwenck).
Técnico: Hélio dos Anjos.

SPORT: Magrão, Diogo (Luisinho Netto), Igor, Durval e Dutra; Junior Maranhão (Fábio Gomes), Everton (Gabriel), Moacir e Carlinhos Bala; Luciano Henrique e Roger.
Técnico: Nelsinho Batista.

– MAIS DETALHES SOBRE O JOGO? ACESSE A NOTÍCIA CLICANDO NO TÍTULO.

17
jul
08

Pós-Jogo: Sport corre atrás e garante o empate. Durval marca duas vezes. Sport 2 x 2 Grêmio.

A receita da noite: 4 gols + 45 minutos de “jogo” + os minutos finais de uma carreira + um zagueiro artilheiro, 4º maior no ano = Sport 2 x 2 Grêmio.

No primeiro tempo, um deserto. A retranca – ou times se estudando, como preferem alguns – tirou o brilho dos minutos iniciais. Leandro Machado acabou mais uma vez lesionando o joelho, deixando o jogo aos 20 minutos.

Aos sete minutos da segunda etapa William Magrão marca o primeiro gol, chutando da entrada da área. Nove minutos depois, Durval cabeceia e estabelece o empate parcial. Rodrigo Mendes, que acabara de entrar em campo, faz o segundo do Grêmio, ao receber um passe de Marcel e desviar para o gol. Magrão estava atento, permitindo a manutenção do placar até os 36 minutos, quando Durval desvia a cobrança de falta de Fumagalli e empata a partida. No finalzinho o estreante Joélson desperdiça uma clara chance de gol, depois de driblar o goleiro Victor e pôr a bola por cima do gol.

Com o resultado o Sport se mantêm na 11ª posição, com 11 pontos. No domingo o Leão visitará outras praias, para enfrentar o Santos, às 16h, na Vila Belmiro.

Ficha Técnica
SPORT 2 X 2 GRÊMIO

Local: Ilha do Retiro (PE)
Data: 16 de julho de 2008, Quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)

Árbitro: Paulo César Oliveira (FIFA-SP)
Assistentes: Milton Otaviano dos Santos (FIFA-RN) e Marcelo Carvalho Van Gasse (SP)
Cartões amarelos: Victor, Rever, Helder, Rodrigo Mendes e Marcel (Grêmio). Gabriel Santos, Durval e Dutra (Sport)
Gols: SPORT: Durval, aos 15 minutos do primeiro tempo e aos 37 minutos do segundo tempo. GRÊMIO: William Magrão, aos seis minutos do primeiro tempo e Rodrigo Mendes, aos 18 minutos do segundo tempo.

SPORT: Magrão; Gabriel Santos (Luciano Henrique), Igor e Durval; Diogo, Daniel Paulista, Sandro Goiano, Fumagalli e Dutra; Carlinhos Bala e Leandro Machado (Enílton) (Joélson)
Técnico: Nelsinho Baptista

GRÊMIO: Victor; Leo, Pereira, Rever (Thiego) e Paulo Sérgio; William Magrão, Rafael Carioca, Tcheco e Helder (Anderson Pico); Marcel e André Luís (Rodrigo Mendes)
Técnico: Celso Roth

Para acessar a notícia, clique no seu título:

14
jul
08

Pós-Jogo: Queria o Clássico? Quem ganhou? Náutico 0 x 2 Sport.

Bala, Leandro Machado e Daniel Paulista comemoram o primeiro gol.

Bala, Leandro Machado e Daniel Paulista comemoram o primeiro gol.

Conquistando sua primeira vitória fora de casa, acabando com a invencibilidade do Náutico dentro do estádio dos Aflitos e mostrando ao timbu quem manda no futebol pernambucano, o Sport vence na noite de hoje por 2 x 0.

A exemplo de todo clássico os favoritos inexistiam e dentro de campo as duas equipes mostraram bastante vontade, buscando a todo momento as oportunidades de gol, mas o caminho foi descoberto pelo rubro-negro. Aos 11 minutos Carlinhos Bala recebe dentro da área, escolhe o canto e estufa as redes de Eduardo. Daí em diante foi só pressão do Náutico. Contando com a sorte e com o bom desempenho de Magrão o Sport se segura.

No segundo tempo, logo aos 3 minutos, Fumagalli cobra a falta e aproveitando a sobra o capitão Durval executa um voleio rasteiro: 2 x 0. Mesmo com um rendimento abaixo do primeiro tempo o Náutico segue com a pressão, mesmo assim já era tarde. Leandro Machado e Enílton, com chances reais de gol, não ampliaram.

Com o resultado o Sport sai do abismo e dorme na 11ª posição. Na Quarta-feira o Leão volta aos seus domínios para encarar o Grêmio, mais um jogo duríssimo.

Ficha Técnica

NÁUTICO 0 X 2 SPORT

Local: Estádio dos Aflitos, em Recife (PE)
Data: 13 de julho de 2008, domingo
Horário: 18h10 (de Brasília)
Árbitro: Wilson Souza de Mendonça (PE)
Assistentes: Jossemmar José Diniz Moutinho e José Pedro Wanderlei da Silva (ambos de PE)
Cartões amarelos: Leandro Machado (Sport), Vagner, Everaldo, Wellington (Náutico)

Gols:
SPORT: Carlinhos Bala, aos 11 minutos do primeiro tempo. Durval, aos três minutos do segundo tempo.

NÁUTICO: Eduardo; João Paulo, Vagner, Negrete e Everaldo; Ticão (Gilmar), Radamés, Paulo Santos e Geraldo (Helton); Felipe (Thiago) e Wellington.
Técnico: Leandro Machado.

SPORT: Magrão; Gabriel (César), Igor e Durval; Diogo, Daniel Paulista, Sandro Goiano, Fumagalli (Luciano Henrique) e Dutra; Carlinhos Bala e Leandro Machado (Enilton).
Técnico: Nelsinho Baptista.

Para acessar a notícia, clique no seu título:

10
jul
08

Torcedor Chato #03 – Batman, Balas e Camisinhas.

Agora é oficial – a diretoria do blog me deu carta-branca. Depois de duas semanas de experiência, decidiram incluir oficialmente os meus serviços na folha de pagamento da DePrimeira Corporation. A coluna devia ter saído na segunda-feira, mas foi me dando uma preguiça, uma moleza, sabe? Então ficou pra quinta. Pronto!

Simbora?

PÁ COMEÇÁ!

Santa Cruz levanta a taça na Copa Pernambuco

Tocaram We Are The Champions no Arruda?

No mais novo clássico pernambucano, Santa bate o Atlético… de Carpina, por 4 x 0, levantando a taça (foto) da Copa Pernambuco. Passando por adversários “fortíssimos” como Catende, o time fez uma campanha intocável – e para os anais (oê) do futebol entrará a derrota por WxO para o Decisão.

Agora só falta a terceira divisão pro Santa pôr mais uma estrela no escudo – a da tríplice coroa.

SARNA DE TERCEIRA – PARECIA ARRASTÃO EM CAMPINA GRANDE.

Não sabia que Beberibe/Derby passava tão longe. A EMTU armou algum esquema especial?

Todo jogo é clássico na terceira divisão. Diante do Campinense só restou sentar e chorar: 2 x 1. Bastou ver o rubro-negro da camisa e o amarelão nas arquibancadas que não teve jeito, o santinha se borrou foi todo. Dentro de campo o time paraibano ganhou fácil – trabalho mesmo teve a polícia, para controlar os meliantes.

Lamentável…

E a TVU transmitiu o jogo, cara. Impressionante isso. Como a TV Universitária transmite o jogo e espera ter audiência se 90% dos torcedores não chegaram nem a completar a 8ª série? Seria o show do intervalo o Telecurso 2000?

VASCO X SPORT – DIOGO VAI MORCEGAR HOJE?

Nelsinho não deve ter um dia de sono tranqüilo desde que assumiu o time. Basta alguém sentir uma contusão ou sair por suspensão e o dilema se impõe: quem entrará no lugar? Se o nó tático enrolou minha cabeça, imagina a dele? Hoje teremos três volantes, Luciano Henrique no ataque e o retorno de Diogo, o morcegão. Morcegão sim, e não é pela semelhança física.

Morcegar é a palavra de ordem na Ilha!

FRASE(S) DA SEMANA.

“A gente dando um duro aqui e ele curtindo umas férias antecipadas, tem que levar uma multinha aí pra aprender!”

Carlinhos Bala, profeta e comediante, na recepção ao jogador Diogo, onde empunhava um cartaz com a frase “Seja bem vindo fujão”.

AS MONTAGENS MAIS INCRÍVEIS DO MUNDO.

Duas dúvidas não me deixarão dormir esta noite:

1) O que Enílton está fazendo aí?

2) Quem será a Susan Storm?

PÁ CABÁ!

Quando alguém fala em “camisinha” e “pelada”, no que você pensa?

Sexo, sexo ou sexo?

O diretor Orlando Mesquita descobriu em Moçambique uma nova associação para os termos. Duvida? Então dá uma olhada nesse vídeo supimpíssimo do Pangea Day, encontrado no Inovavox.

E quando for bater aquela outra pelada… Use camisinha!

ACABOU ESSA PORCARIA!

E caso você queira me ajudar a parir esta coluna semanalmente, mande sua foto tosca, montagem, desenho no paint, link com vídeo ou qualquer material interessante (ou não) para o e-mail da equipe De Primeira: sportdeprimeira@gmail.com.

05
jul
08

Pós-jogo: Sport supera a sequência de derrotas e vence o Cruzeiro na Ilha por 1 x 0.

Aos 27 minutos do segundo tempo, Marquinhos Paraná cabeceia a bola contra sua própria meta, numa bola lançada por Fernando Fumagalli na sua reestréia oficial, e marca o único gol da partida. Vitória do Sport numa tarde chuvosa na cidade do Recife. O jogo marcou a 50ª exibição de Luisinho Netto no time e, ainda dependendo de confirmação durante a semana, a última partida do goleiro Magrão – segundo o próprio jogador, o Rayo Vallecano só precisa negociar com o Sport o pagamento da multa.

Para acessar a notícia, clique no seu título:




Arquivos

+ De Primeira

- No Orkut.
- No BlogBlogs.

Visitantes do Blog

  • 85,831 acessos

Acessos De Primeira pelo mundo

Na Boca do Povo

- "Um grupo de torcedores do Sport criou o blog De primeira, que logo após a conquista do título nacional recebeu mil visitas. Um número muito bom para quem ainda está apenas começando." Blog do Torcedor JC

- "Os Rubro Negros do Blog de Primeira querem saber como anda o basquete feminino do Sport no Campeonato Paulista e qual foi a melhor colocação do time no Nacional Feminino." Coluna Cestinha, do Jornal do Commercio

Calendário

dezembro 2017
D S T Q Q S S
« jan    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31